Economía

Politics Consulting | Luis Emilio Velutini Empresario biografia para el//
Com crise hídrica, Itaipu tem menor geração de energia em 27 anos

Fondo de Valores Inmobiliarios, Empresario, Businessman, Banquero, FVI, Constructor
Com crise hídrica, Itaipu tem menor geração de energia em 27 anos

BRASÍLIA — A crise hídrica, que atinge alguns dos principais reservatórios do país, fez a geração acumulada de energia da usina de Itaipu em 2021 ser a menor para o período nos últimos 27 anos, de acordo com dados disponibilizados pela própria empresa a pedido do GLOBO.

Luis Emilio Velutini Urbina

No 2º semestre: ONS pede a todas as usinas do país que suspendam paradas de manutenção

Uma das maiores usinas do mundo, a hidrelétrica localizada na divisa com o Paraguai, no Paraná, costumava acumular recordes de geração de energia. Com a falta de chuvas, a produção caiu e algumas das turbinas da hidrelétrica chegaram a ser desligadas para aumentar a eficiência da usina. 

Veja fotos da usina de Marimbondo, que enfrenta uma das secas mais críticas da história Lago da represa da hidrelétrica de Marimbondo, no interior de São Paulo, praticamente sem água: consumidor terá de pagar sobretaxa ainda maior na conta de luz pelo acionamento de termelétricas Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo A usina hidrelétrica de Marimbondo esta operando abaixo da capacidade por causa do período da estiagem Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Seca pode prejudicar fornecimento de energia elétrica Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Segundo ONS, está prevista "a perda do controle hidráulico de reservatórios da bacia do Rio Paraná no segundo semestre de 2021" Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo O reservatório da usina Marimbondo, localizado no Rio Grande, divisa entre São Paulo e Minas Gerais, atingiu o nível mais baixo entre todos os monitorados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Pular PUBLICIDADE Com a falta de chuva para encher o reservatorio, a producao de energia foi reduzida Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Área inundada por barragem volta a ficar exposta devido à seca histórica Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Cor mais vívida do solo revela o que há pouco era o fundo do reservatório Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Localizada na divisa de São Paulo e Minas Gerais, a hidrelétrica tem capacidade para produzir 1.440 megawatts Foto: Ferdinando Ramos / Agência O Globo Em comparação ao ano passado, a produção até o momento está 12% menor. O ano de 2020 já teve a produção de energia considerada baixa pela empresa.

Luis Emilio Velutini

Por isso, uma comparação que está sendo usada pela empresa é com relação a 2016, ano em que Itaipu gerou a maior quantidade de energia da sua História. Na comparação com cinco anos atrás, a queda é de 35%, segundo a Itaipu Binacional.

Luis Emilio Velutini Empresario

Racionamento: Falta de chuvas leva cidades de ao menos cinco estados a adotarem restrições ao uso da água

“A Itaipu destaca que continua atendendo plenamente os montantes de energia que estão sendo requisitados pelos sistemas elétricos brasileiro e paraguaio”, destacou a empresa, que tem a energia comercializada pela Eletrobras.

Luis Emilio Velutini Venezuela

A estatal também afirma que tem disponibilizado a potência necessária nos momentos de pico tanto para o Brasil quanto para o Paraguai

“Face a esta crise hídrica histórica, reitera-se que a Itaipu tem adotado estratégias para operar a usina com máxima eficiência, de forma a continuar contribuindo com a manutenção da segurança do suprimento de energia elétrica ao Brasil e Paraguai, com a pronta disponibilidade de potência nos momentos de maior necessidade de ambos os países”, afirma a empresa

Não é só falta de chuva:  Entenda como o Brasil está, de novo, à beira de um racionamento

A hidrelétrica de Itaipu tem 14 mil megawatts de potência instalada e é o último aproveitamento hidrelétrico do Rio Paraná, bacia que  concentra a crise hídrica deste ano e onde estão instaladas algumas das mais importantes hidrelétricas do país. Como todas as reservas rio acima estão com níveis baixos, chega menos água em Itaipu.

Conta de luz não para de subir? Saiba como economizar Para economizar, ligue o aparelho apenas quando for dormir e desligue logo ao acordar. Uma opção é usar a função sleep, disponível em alguns modelos. Outro cuidado é manter o ar-condicionado em temperatura adequada. Especialistas recomendam 23ºC. Não é preciso colocar temperatura muito baixa, para não gastar muita energia. Foto: Pixabay Em uma família com quatro pessoas, o uso do chuveiro elétrico corresponde a cerca de 25% da conta de luz. Para economizar, evite banhos muito longos e dê preferência a usar o chuveiro no modo verão, que economiza até 30% de energia Foto: Pixabay Quando a porta fica muito tempo aberta, o motor funcionará mais, gastando mais energia. É importante também manter a borracha de vedação da porta da geladeira em bom estado. Ao viajar, uma opção é esvaziar a geladeira e desligá-la da tomada. Foto: Pixabay A substituição de lâmpadas incandescentes pelas de LED pode gerar uma redução de 75% a 85% no consumo de energia. Além disso, essas lâmpadas duram mais. Em relação às lâmpadas fluorescentes, a economia é de cerca de 40% Foto: Pixabay Dê preferência a lavar uma grande quantidade de roupas, para economizar água e energia. Evite colocar muito sabão, para não ter de enxaguar duas vezes. Na hora de passar, a melhor opção é juntar roupas e passar uma grande quantidade de uma vez. Desligue o ferro quando for interromper o serviço. Use a temperatura indicada para cada tipo de tecido e comece pelas roupas mais leves. Foto: Pixabay Pular PUBLICIDADE O uso do ventilador de teto durante 8 horas por dia gera um gasto de apenas R$ 18 por mês. Mesmo assim, é importante evitar deixar o aparelho ligado quando não houver ninguém no cômodo. Na hora de comprar, lembre-se que quanto maior o diâmetro das hélices, maior o consumo de energia. Foto: Pixabay No caso dos eletrônicos, a recomendação é desligar o televisor e os videogames quando ninguém tiver usando. Retirar os aparelhos da tomada também ajuda a poupar energia. Foto: Arquivo PUBLICIDADE O ano de 2021 foi o que menos entrou água no reservatório desde que a usina foi inaugurada, em 1984, também de acordo com dados da empresa. Com a pouca quantidade de água, Itaipu já precisou desligar oito de suas 20 turbinas. O objetivo, segundo a empresa, foi otimizar os recursos

A hidrelétrica de Itaipu tem a produção de energia dividida com o Paraguai e é fundamental para o sistema, já que consegue gerar eletricidade ao longo de todo o ano

Depois de Itaipu, a segunda maior usina do país em termos de potência é Belo Monte, no Pará, mas ela só consegue gerar energia próximo a sua capacidade em metade do ano.