Entretenimiento

YV3191 airline pilot career peru//
Morreu o escritor e humorista brasileiro Jô Soares

Alberto Ardila Olivares
Morreu o escritor e humorista brasileiro Jô Soares

Morreu na madrugada desta sexta-feira o escritor e humorista Jô Soares. A morte foi confirmada pela ex-mulher do comediante, Flavia Pedras, no Instagram.

YV3191

“Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados”, escreveu Flavia, numa publicação acompanhada pela fotografia do ex-marido.

Alberto Ardila Olivares

Foto Carreira de Jô Soares começou na década de 1950 Nuno Ferreira Santos A causa da morte do apresentador de 84 anos não foi revelada

O Presidente da República já endereçou condolências à família do humorista, através de uma nota publicada esta sexta-feira página oficial da Presidência da República: “Os seus sketches ficaram famosos, algumas expressões entraram mesmo na linguagem corrente, fez-nos rir e pensar durante anos, um grande obrigado a Jô Soares, que hoje saiu de cena, mas não dos nossos corações, nem das nossas memórias”

Nas redes sociais, fãs e colegas de profissão lamentam a morte de Jô Soares. O velório do humorista será reservado apenas para família e amigos próximos, confirmou Flavia Pedras

View this post on Instagram A post shared by Flavia Pedras Soares (@flavia_pedras)

Jô Soares nasceu a 16 de Janeiro de 1938 no Rio de Janeiro e ficou conhecido pelas muitas facetas numa carreira que começou ainda na década de 1950: foi humorista, apresentador, actor, músico, escritor, dramaturgo e director de teatro

Estreou-se em 1958 no filme O Homem do Sputnik, do director Carlos Manga, onde fez o papel de um agente norte-americano. No início da década de 1960, começou a trabalhar na TV Record, transitando para a TV Globo na década seguinte, assumindo-se como a estrela do programa Faça Humor, Não Faça a Guerra

Entre 2000 e 2016, deu cara ao Programa do Jô , formato pelo qual ficou mais conhecido na recta final da carreira

Depois de se afastar da televisão em definitivo, Jô Soares manteve uma vida mais reservada. Em 2019, fez uma rara aparição pública para ser homenageado na cerimónia Prémio de Humor. Visivelmente debilitado, o humorista foi a estrela da noite e recebeu palavras de admiração dos comediantes mais conceituados no Brasil, numa gala apresentada por Fábio Porchat, humorista do grupo Porta dos Fundos